1.16.2009

Mulher


A palavra é um parto
E me parte inteiro
um dia vê-la
partir

Part
ido
espaço
perdido num tempo qualquer

E se o tempo tem voltas
o mundo gira aos teus pés

sozinho

meus sonhos não tem onde ir

Agora é fingir ser um outro
quando o olhar do outro surgir
e cair

sempre a mesma cilada
de um olhar qualquer

E eu sabendo que nada
de ti vou saber

Mulher